Menu Principal


“Investidores buscam segurança jurídica" PDF Imprimir E-mail

Por Luciano Feltrin

Arbitragem é utilizada entre empresas para fugir da morosidade do Judiciário.

A necessidade de garantir a segurança jurídica primordial para investidores que pretendem trazer recursos ao Brasil deve fazer com que a arbitragem - forma de resolver conflitos empresarias sem submetê-los à morosidade do Judiciário - ganhe espaço.

Essa é a expectativa de Thomas Felsberg, fundador do escritório Felsberg e Associados, especializado no tema e frequentemente chamado para participar de cortes arbitrais.

Que fatores devem estimular a escolha da arbitragem como forma de solucionar discussões?

 

 

 

 

Investidores internacionais se preparam para trazer um grande volume de dinheiro ao país, principalmente para participar de alguma forma de eventos como Copa e Olimpíada.

Setores como construção civil, infraestrutura e aqueles em que há a transferência de tecnologia são alguns dos que já começam a elaborar contratos prevendo o uso da arbitragem.

Ainda há muito o que evoluir na forma como a arbitragem é utilizada no país?

Sem dúvidas. Fui chamado recentemente para participar, como perito, de um processo em Houston, Texas, envolvendo um contrato de petróleo.

O que observei foi o grande preparo de todos e as técnicas utilizadas. Os advogados que atuam em arbitragem não podem fazer perguntas que induzam a determinadas respostas, por exemplo.

Quando a arbitragem será usada no mercado de capitais?

Com o crescimento do número de empresas listadas na bolsa, isso deve ocorrer naturalmente, quando investidores se considerarem prejudicados.

 

Fonte: www.brasileconomico.com.br