Menu Principal


Estou sob pressão: e agora? PDF Imprimir E-mail

Yuri Gonçalves

 

Leia esse texto e veja essa pressão de outra forma. Para chefes e subordinados, para toda a equipe. Afinal de contas a pressão é para todos.

As empresas trabalham exclusivamente em cima dos resultados. Devido a isso a busca para atingir metas, cortar custos e enfim lucrar o máximo possível estabelece uma pressão natural sobre o colaborador. A pressão pelo resultado é normal no ambiente empresarial e funciona como o estresse do dia a dia com efeitos benéficos. Mas quando os resultados não são alcançados a pressão pode aumentar, e muito, de uma forma que de agregador passa a ser assustador.

Você já vivenciou alguma situação em que a empresa não apresentou os resultados desejados? Um momento que a empresa ou sua área não atingiu as metas e não deu o retorno esperado? Percebeu então que o seu chefe ficou no seu pé, passou a não tolerar os menores deslizes e os mínimos atrasos passaram a ser um verdadeiro motivo para repreensão e que todos ficaram à flor dos nervos, estressados, preocupados e até mesmo assustados.

Essa situação é normal dentro das empresas, isso porque esse tipo de pressão causa essas reações no ser humano. Em momentos de crise as pessoas sentem que estão deixando escapar o controle e essa pressão exercida principalmente do chefe para com a equipe é uma forma de defesa ativada com intuito de recuperar o controle da situação. Isso indica que ele está influenciado por uma forte pressão e essa ação acaba sendo uma válvula de escape com intuito bem diferente do que parece.

O que vemos como frutos dessa situação são colaboradores assustados, preocupados com a pressão no ambiente de trabalho, temerosos e com um verdadeiro medo, mas a ideia de quem pressiona é que haja uma reação. Quem pressiona espera que o pressionado tenha uma ideia brilhante, que resolva todos os problemas e alcance todos os resultados esperados resolvendo assim os seus problemas e principalmente que isso tudo venha com senso de urgência. Por isso o normal é que quanto mais problemas a empresa apresentar mais pressão haverá sobre o colaborador.

 Isso tem um efeito muitas vezes negativo. Nessa situação muitos perdem o controle. Os chefes perdem a paciência, a comunicação fica mais dura, começam a existir conversas paralelas no corredor e a tendência é que tudo só piore.

O importante nesse momento é você entender que em situações difíceis isso tende a acontecer. E saber que se você está sendo pressionado mais que o normal é porque a empresa esta precisando de você. Nesse momento é importante manter a calma mesmo que isso seja difícil em um momento tão conturbado. A tranqüilidade e serenidade são a chave para manter o equilíbrio e permite que você se mantenha firme e forte em busca dos resultados que tanto estão exigindo e que a empresa tanto precisa.

Essa calma evita que você caia em armadilhas que nem estão montadas. Momentos assim normalmente causam uma indisposição fora do normal entre todos dentro da empresa. Sem a devida calma a posição normal de agredir, falar mal, confabular e principalmente reclamar tomarão o lugar da produtividade.

As crises são sempre uma ótima oportunidade de mostrar suas qualidades. Nesse momento só os fortes resistem e você precisa se preparar mentalmente para assimilar a pressão com naturalidade. Em momentos de crises é interessante pensar em curtíssimo prazo e viver cada dia de uma vez. Esse é o momento perfeito para surgir “heróis”. Que nesse caso significa: pessoas com capacidade para resolução de problemas nos momentos mais difíceis; Pessoas capazes de encontrar soluções inesperadas nos momentos mais críticos. Essas pessoas aprecem quando a situação esta feia para efetuar o “salvamento” e restituir a ordem normal das coisas. Você em algum momento já deve ter ouvido falar que nos momentos das crises também são momentos de oportunidades.

Se for possível estabelecer metas diárias isso permitirá acompanhar mais de perto o que esta acontecendo isso permite resolver os problemas encontrados no dia a dia. Esse método também faz com que nos dias bons você o termine em paz com os resultados esperados. Além do que resultados positivos diários poderão servir como uma pequena dose de entusiasmo atendendo assim as expectativas daquele momento.

Manter a calma, serenidade e uma postura profissional em busca dos resultados é sempre uma ótima ideia e isso vale para as duas partes, tanto chefes como subordinados. Se a pressão incomodar demais talvez esteja na hora de uma boa conversa.

 

 

Acompanhe o Blog onde tudo é discutido no pondo de vista da administração.

http://www.vozdoadministrador.blogspot.com/

 

Fonte: www.administradores.com.br - em 1/3/2013.