Menu Principal


Pratique Feedback – utilize a ponte PDF Imprimir E-mail


Por Ângela Oliveira

Feedback é um jogo de percepções e, por essa razão, é difícil exercitá-lo já que envolve visões que podem ser influenciadas por valores, crenças e experiências. Além disso, o feedback não deve ser praticado com visão de passado e sim com um olhar para o futuro. É insuficiente dizer que o trabalho não está certo (passado), mas sim é preciso direcionar o profissional ao caminho correto (futuro).



Para transitar do passado para o futuro é necessário atravessar a PONTE. Isso significa criar vínculos, aproximar um ponto ao outro através de uma estrada pavimentada com vias de mão dupla, que permita um caminhar com mais liberdade de modo que favoreça o fluxo da comunicação, disponibilizando mais informações e o compartilhamento de visões, experiências e conhecimento.

A PONTE favorece a união do externo com o interno, valoriza a colaboração, exige a capacidade de respostas associadas ao conhecimento, ao interesse, à necessidade e às vivências. Constrói mais valor e possibilita o desenvolvimento das PESSOAS e dos NEGÓCIOS! Estamos diante da ação que possibilita TRANSPORTAR de um ponto ao outro, superando limitações em prol da alta performance, de modo progressivo, sequencial e integrado, conduzindo à maturidade.

Para praticar a ação de feedback, é preciso seguir um processo. Daí a necessidade de esquematizar através de alguns passos, exemplificado aqui via PONTE. Vamos lá! Caminhe pela PONTE.

Preparado para planejar? – Esse é o primeiro passo para atravessar a PONTE, saber para onde vai – a meta. Quais recursos e quanto tempo são necessários para alcançar o objetivo e os prazos? Planejar é analisar dados, identificar os fatos que podem interferir nos resultados tanto positivos quanto negativos. Entender e buscar exemplos. Mas, para isso é fundamental uma preparação sólida e consistente.

Organizar para orientar! – Para praticar a orientação é preciso ter indicadores bem organizados, de modo que facilitem o acompanhamento e o monitoramento do desempenho. Portanto, organize-se, acompanhe para depois ORIENTAR!

Para atravessar a PONTE, a atenção aos detalhes é essencial! Este é o momento para definir a saída e estabelecer a ação. Ou seja, o que vamos fazer para caminhar rumo à solução? Quais os caminhos a serem seguidos, para se chegar ao outro lado da PONTE? É nesse momento que inicia a negociação.

Negociar necessidades e prioridades através do plano de ação, estabelecer acordos, praticar o “ganha a ganha” e definir datas e prazos, de modo que seja garantido o comprometimento, visto que as pessoas estão lotadas de conceitos estabelecidos pela trajetória da vida. São resultados do espelho social, repleto de opiniões e ideias pré-concebidas. Mas, é possível refletir para o outro uma visão clara e sem distorções, reforçando a natureza positiva de forma que seja tratado com ética e respeito.

Transitar é caminhar, é transformar os reflexos em imagem, é ampliar a visão e as possibilidades de interação entre as pessoas, favorecendo o autoconhecimento e a autoestima. Este é o ponto mais importante: o crescimento e o desenvolvimento através do feedback que passa a ser mais do que uma ferramenta de gestão, é uma ação de desenvolvimento que agrega valor quando praticado de forma continuada.

O feedback transporta as pessoas de um ponto ao outro, logo é o principio da
Educação!

 

Fonte: RH.com.br