Menu Principal


Pensamento Estratégico de TI do TJSE: garantia de justiça rápida e eficiente PDF Imprimir E-mail

“A área de Tecnologia da Informação é facilitadora para a prestação dos serviços judiciários”. Foi com essa frase que a gestora do Projeto Planejamento Estratégico de TI do Tribunal de Justiça de Sergipe - TJSE, Denise Martins Moura, definiu a importância da sua operacionalização para a Justiça sergipana. Através do referido projeto, serão desenvolvidos programas para tornar a Justiça do Estado mais rápida e eficaz.

 

De acordo com a gestora do projeto, o Pleno do TJSE aprovou, em setembro, a Resolução nº 15/2010 que instituiu o Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação e Comunicação - PETIC. “O PETIC definiu a missão da área de tecnologia que é prover soluções tecnológicas efetivas para que o Judiciário cumpra sua função institucional, facilitando o acesso aos serviços públicos oferecidos pelo TJSE”, explicou.

Com a aprovação do PETIC, está em processo de finalização o Plano Diretor de Tecnologia da Informação - PDTI. “O PETIC definiu os rumos a serem tomados pela área de TI, o PDTI fará uma avaliação do cenário atual e indicará como e qual a melhor forma de atingir tal rumo”, informou Denise Martins.

Da mesma forma, foi instituído o Comitê Gestor de Tecnologia da Informação e Comunicação, que será presidido por um desembargador e composto por um juiz auxiliar da Presidência e um juiz corregedor, além do secretário de tecnologia e servidores efetivos das áreas de TI, Planejamento e Financeiro. “O foco atual do projeto é a capacitação dos servidores, que já foram treinados nas melhores práticas de gestão de TI, como Governança COBIT e monitoramento de serviços, o ITIL V3, além de ferramentas tecnológicas. Com essas ações, atingiremos um bom índice para o cumprimento do que recomenda a Resolução nº 90 do CNJ, em relação à capacitação da equipe”, comemorou.

Os próximos passos do projeto são a instituição de mais dois Comitês Gestores, um para a área de Governança de TI e outro para a área de Segurança da Informação. “O planejamento de TI é tão importante que dos 13 objetivos incluídos no plano estratégico do TJSE, 9 estão presentes no da tecnologia”.

A modernização do Judiciário de Sergipe, a partir de projetos estratégicos, reflete diretamente na prestação de serviços à sociedade. O resultado é uma Justiça que atende à demanda com mais rapidez, segurança e dinamismo “O planejamento nos dá a clara certeza de que a execução será bem-sucedida. O PETIC garantirá aos jurisdicionados uma contínua melhoria nos serviços prestados pelo Poder Judiciário”, finalizou a gestora.

 

Fonte: www.cnj.jus.br