Menu Principal


Primeira versão: CNJ lança versão nacional do processo eletrônico PDF Imprimir E-mail

O ministro Cezar Peluso, presidente do Conselho Nacional de Justiça, anunciará nesta terça-feira (21/6), durante a sessão plenária do CNJ, que o Processo Judicial Eletrônico (PJe) está à disposição dos tribunais de todo o país. O PJe, desenvolvido pelo Conselho em parceria com os tribunais, é um sistema de automação do Poder Judiciário, que permite eliminar tarefas processuais e agiliza a tramitação eletrônica dos processos judiciais.

O anúncio será feito às 14h, na presença dos presidentes do Tribunal Superior do Trabalho, ministro João Orestes Dalazen, e do Superior Tribunal de Justiça, ministro Ari Pargendler.

Cada tribunal receberá um CD com o manual de instruções para instalação e configuração do sistema. "Esta é a primeira versão nacional do PJe que está pronta para uso do Judiciário", diz Marivaldo Dantas de Araújo, juiz auxiliar da Presidência do CNJ, lembrando que o "sistema está em constante evolução".

A versão a ser lançada na terça-feira ainda não atende totalmente à Justiça criminal. Segundo Marivaldo Dantas, há algumas ferramentas que podem ser utilizadas pela área criminal, mas ainda faltam ajustes para atender as especificidades do processo criminal. A previsão é que o sistema esteja completo em agosto. Com Informações da Agência CNJ de notícias.

www.conjur.com.br