Menu Principal


Judiciário digital: comarcas e magistrados mantêm canais de comunicação na Internet PDF Imprimir E-mail

 

Buscando um canal mais direto de comunicação com a população, magistrados, servidores e cartórios da Justiça do estado mantêm blogs na Internet, nos quais são divulgadas informações referentes ao seu local de trabalho ou ao cargo que ocupam, além de artigos sobre diferentes temas. As redes sociais, como o Twitter e o Facebook também são amplamente utilizados.

Comarcas na Internet

Sob a jurisdição do Juiz Paulo Ivan Alves Medeiros, o 1º Juizado da 1ª Vara Cível da Comarca de Pelotas criou recentemente um grupo no Facebook (http://www.facebook.com/#!/groups/260552804046850/) para comunicação do Gabinete com os usuários da Justiça. A Assessora do Juiz, Karine Klaus, é a responsável pela administração do grupo. De acordo a servidora, o objetivo é ampliar as formas de atender ao público através de mais um canal direto com a comunidade. O grupo é aberto e o atendimento limita-se aos processos do 1º Juizado da 1ª Vara Cível de Pelotas, além de discussões jurídicas e filosóficas.

Além do Facebook, o Twitter é outra ferramenta bastante utilizada. O Memorial do Judiciário utiliza ambas as redes sociais. O setor possui uma página no Facebook (www.facebook.com/memorialtjrs) e também um perfil noTwitter (https://twitter.com/Memorial_TJRS).

Em Pelotas, o 2º Juizado da 1ª Vara Cível lançou há 10 meses um blog (http://jvcpel.blogspot.com.br/), com o objetivo de facilitar o diálogo com os jurisdicionados. Por meio do blog, a população pode conhecer as atividades, a localização e os contatos do Juizado, além de esclarecer dúvidas sobre o acesso à Justiça, encaminhar sugestões ou reclamações e também comunicar-se com a Assessoria e com o Juiz de Direito titular da unidade. A produtividade do Juizado, bem como sentenças e decisões de interesse público também são disponibilizadas.

Na mesma Comarca, o Projeto Ronda da Cidadania mantém um blog (http://www.rondadacidadania.blogspot.com.br/) para facilitar o diálogo e o acesso da comunidade a informações, além de um perfil no Twitter (https://twitter.com/RondaCidadania) para divulgar as ações do Projeto.

O Oficial de Justiça Tiago Zir Friedrichs, da Comarca de Soledade, é mais um adepto da comunicação digital. Desde 2007, administra o Blog do Tiago (http://www.blogdotiago.com.br/), em que publica informações referentes ao seu trabalho, notícias, além de propor debates e discussões.

Magistrados

Com mais de 47 mil acessos, o blog (http://www.direitodefamiliars.blogspot.com.br/) idealizado pelo Desembargador Luiz Felipe Brasil Santos, integrante da 8ª Câmara Cível do TJRS, é especializado em Direito de Família. Há mais de um ano no ar, o blog traz decisões próprias e jurisprudência de Tribunais sobre Direito de Família. Traz também artigos de doutrina, além de veicular vídeos sobre temas como anencefalia, alienação parental, reprodução assistida e temas polêmicos de Direito de Família. Segundo o magistrado, disponibilizar informações relevantes em meios digitais se faz necessário quando tal suporte está sendo cada vez mais utilizado pelas novas gerações.

Ainda no âmbito do 2º Grau, o Desembargador Gelson Stocker, da 5ª Câmara Cível do TJRS, divulga decisões de sua Câmara, textos opinativos, ensaios e outras informações em seu blog (http://gelsonstocker.blogspot.com.br/). O gabinete do Desembargador Ney Wiedemann Neto, da 6ª Câmara Cível, também possui um canal próprio (http://gabnwneto.blogspot.com) de comunicação na Internet. O conteúdo é composto das pautas das sessões da Câmara, informações sobre a produtividade do magistrado e trabalhos acadêmicos que produziu sobre maior eficiência dos serviços judiciais e temas jurídicos.

No 1º Grau, o Juiz de Direito Pedro Pozza mantém um blog (http://pedropozza.wordpress.com/) para a comunicação entre seu gabinete e as partes e Advogados que tiverem processos em andamento junto à 3ª Relatoria da 1ª Turma Recursal. Por intermédio do endereço eletrônico é possível solicitar informações sobre os processos em andamento no gabinete, além de preferência no julgamento dos recursos. Além disso, o canal é utilizado para divulgar o teor de decisões consideradas de relevância jurídica e interesse social, bem como as estatísticas do gabinete.

Ferramentas

Lançado em 2006, o Twitter é uma rede social que permite aos usuários enviar e receber atualizações pessoais de outros contatos. Os textos, conhecidos como tweets, devem conter, no máximo, 140 caracteres. Podem ser enviados pelo próprio site, por mensagem de celular (SMS) e por softwares específicos de gerenciamento.

Já o Facebook, criado em 2004, é uma rede social que permite aos usuários criar um perfil pessoal, adicionar outros usuários como amigos e trocar mensagens. Também é possível criar uma página para construir uma relação mais próxima com o público e/ou clientes ou um grupo, para discutir temas específicos.

Um blog é um site da Internet cuja estrutura permite a atualização rápida a partir de acréscimos dos artigos (ou posts). Muitos blogs fornecem comentários ou notícias sobre um assunto em particular, enquanto outros funcionam mais como diários online. Uma característica bastante interessante desta ferramenta é a possibilidade de os leitores deixarem comentários de forma a interagir com o autor e outros leitores.

 

Fonte: www.tjrs.jus.br