Menu Principal


Projetos de Premiação de Servidores do TJSE: poderosa ferramenta estratégica PDF Imprimir E-mail

“A Lei 6.351/2008 que instituiu a gratificação anual destinada à premiação dos servidores que compõem as unidades jurisdicionais mais eficientes ou que apresentem projetos e práticas reconhecidas como inovadoras do Tribunal de Justiça de Sergipe - TJSE se insere entre as iniciativas que tendem a conduzir o Poder Judiciário a um novo paradigma merecendo por isso destaque”. Foi com esta frase que o Conselheiro Marcelo Nobre, relator do processo no Conselho Nacional de Justiça - CNJ, referendou o Projeto de Premiação de Servidores da Área-fim da Justiça sergipana para os demais tribunais do país. 

 

Com o sucesso do referido projeto, foi inserido no Planejamento Estratégico do TJSE até 2014, a sua ampliação e a inclusão do Projeto de Implantação da Premiação de Servidores da Área-meio. De acordo com o gestor dos dois projetos e diretor de planejamento, Erick Andrade, a premiação por desempenho da área-fim além de motivar e comprometer magistrados e servidores com as metas e objetivos estratégicos se converteu em uma poderosa ferramenta de integração. “O CNJ a aprovar a Resolução 11/2008 avaliou que o TJSE inaugurou um novo paradigma de avaliação de produtividade do servidor público”, explica o gestor.

Erick Andrade afirmou também que a premiação da área-fim, desde a sua implementação, é periodicamente avaliada e que o grande benefício para a instituição é o alinhamento estratégico ser absorvido de forma direta e tranquila pelos servidores. “Com os resultados da premiação da área-fim sedimentados, iremos construir a premiação para a área-meio”.

O Projeto de Premiação de Servidores da Área-meio visa implantar progressivamente a remuneração variável para todos servidores do TJSE, baseado em critérios objetivos e alinhados aos resultados alcançados pelas unidades administrativas na gestão estratégica. “Neste momento estamos criando os indicadores e realizando a padronização nos procedimentos da área-meio. O trabalho foi iniciado pelo Setor de Compras, onde será implantado o processo administrativo virtual, que possibilitará a elaboração de relatórios para verificação dos procedimentos e metas”, diz o diretor.

O objetivo primordial da ampliação da premiação da área-fim e da implantação da premiação da área-meio está diretamente ligada à visão estratégica do TJSE, que é buscar a redução das taxas de congestionamento, já que os referidos projetos pontuam as unidades que mais reduzem as suas taxas. “Do ponto de vista da sociedade, significa dizer que ambos os projetos, visam a redução das taxas de congestionamento da Justiça e terão como consequência o julgamento dos seus processos mais rápidos, sem perda da qualidade na prestação jurisdicional”, conclui.

 

Fonte: www.cnj.jus.br